Notícias

Governo já estuda reduzir impostos de celulares, jogos e eletrônicos no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou o último final de semana para compartilhar uma nota bem positiva para todos nós, brasileiros, fãs de tecnologia.

Através de seu Twitter oficial, o presidente confirmou que o Governo Federal já estuda reduzir os impostos de smartphones, eletrônicos e jogos para estimular a competitividade e inovação tecnológica em nosso país.

O governo estuda via secretaria do Ministério da Economia, a possibilidade de reduzir de 16% para 4% os impostos sobre importação de produtos de tecnologia da informação – como celulares e computadores.

No mais, os jogos também entram no estudo, com ofertas mais em conta para a comunidade gamer nacional.

Já publicamos uma matéria especial sobre os impostos assustadores que temos em nosso país. O que levantou a questão do: por que o iPhone é tão caro por aqui?

Jogos e aplicativos também aparecem com preços mais altos nas lojas brasileiras, o que abre a porta para alternativas que não impulsionam a economia nacional – como a pirataria.

Com jogos ultrapassando a casa dos R$ 200, muitos jogadores ficam desanimados em adquirir um título no lançamento, o que força a comunidade gamer a esperar uma mega promoção ou mesmo seguir para um caminho mais obscuro, instalando jogos piratas em suas plataformas.

A notícia sobre a questão do estudo em prol da redução de impostos chega em um momento propício para o cenário brasileiro, levando em conta que a nova geração de celulares e consoles é iminente, e muitas marcas seguem investindo bastante na campanha de promoção de seus produtos por aqui.

Etiquetas

Fernando Corrêa

Amante da tecnologia, adora ficar atrás da tela editando e criando artigos, amo tocar bateria e toco em uma igreja, adoro jogar futebol e amo animais tanto que tenho 3 gatos em casa e dois cachorros. :)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Produzir um conteúdo de qualidade requer recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor DESABILITE o seu bloqueador de anúncios.